Há sempre alguma loucura no amor. Mas há sempre um pouco de razão na loucura. Friedrich Nietzsche
O sonho encheu a noite/Extravasou pro meu dia/Encheu minha vida/E é dele que eu vou viver/Porque sonho não morre. Adélia Prado

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Vida!!! Viva 2010!!! VIVA EM 2010!!!

Deixo o poema, cuja autoria é atribuída a Charlim Chaplin, mas que também pode ser de Augusto dos Anjos... ???



Desejo que em 2010 você simplesmente sorva a vida como champanhe borbulhante em taça de cristal, sentindo intensamente cada gota de emoção, seja ela qual for... Viva 2010!!!

Viva!

Já perdoei erros quase imperdoáveis,
tentei substituir pessoas insubstituíveis
e esquecer pessoas inesquecíveis.

Já fiz coisas por impulso,
já me decepcionei com pessoas
que eu nunca pensei que iriam me decepcionar,
mas também já decepcionei alguém.

Já abracei pra proteger,
já dei risada quando não podia,
fiz amigos eternos,
e amigos que eu nunca mais vi.

Amei e fui amado,
mas também já fui rejeitado,
fui amado e não amei.

Já gritei e pulei de tanta felicidade,
já vivi de amor e fiz juras eternas,
e quebrei a cara muitas vezes!

Já chorei ouvindo música e vendo fotos,
já liguei só para escutar uma voz,
me apaixonei por um sorriso,
já pensei que fosse morrer de tanta saudade
e tive medo de perder alguém especial (e acabei perdendo).

Mas vivi!
E ainda vivo!
Não passo pela vida.
E você também não deveria passar!

Viva!!

Bom mesmo é ir à luta com determinação,
abraçar a vida com paixão,
perder com classe
e vencer com ousadia,
porque o mundo pertence a quem se atreve
e a vida é "muito" para ser insignificante.
(Charles Chaplin ou Augusto dos Anjos)

Escrevendo em seu blog/site - Adquação vocabular.

Escolha seu público e adque sua linguagem a dele. Falar bonito não é falar difícil, o importante é que seu leitor te entenda.


O primeiro passo para o sucesso de  um blog é o planejamento - assim como em todo trabalho -

Existem muitos espaço na web dedicados à imagens, filmes, vídeos, etc. Mas o texto ainda é o carro chefe em matéria de comunicação.

Seu texto é direcionado a quem?
Já decidiu investir em um blog/site! Então defina para quem você irá escrever. Isso é muito importante, pois cada segmento exige e entende um tipo de linguagem diferente.

- Tipo assim, se vc for escrever para adolescentes pode abusar do "miguxes", dos "vc, kd, tbm, pq, blz, vlw, D+,  e por aí vai... Eles entenderão e se sentirão integrados ao seu texto.

Porém, se o seu foco for informação, opte por palavras escritas por extenso, dircurso objetivo, claro,   e, de preferência, usando a norma formal da  língua, sem erros de  grafia.

De forma geral:
A não ser que esteja escrevendo um texto direcionado a acadêmicos de  Língua Portuguesa, evite  palavras muito rebuscadas e difíceis nada de "procrastinar, embrolho, subjetivo, paulatinamente, ósculos, amplexos e afins". Use sempre os sinônimos correntes na linguagem comum, (não faça seu leitor ser obrigado a consultar o dicionário), pois certamente, ao invés de ir verificar  no dicionário, ele abandornará seu blog e irá procurar outro onde a informação esteja posta de forma mais clara.

Escolha assuntos sobre os quais você tenha algum conhecimento e domínio, isso facilitará bastante a sua escrita sobre ele.

Uma última dica: evite textos muito longos! A maioria das pessoas não têm paciência de ler muito. Textos longos são cansativos e poucos serão os que se disponibilizarão a ler tudo. Mais de 90% dos brasileiros não têm o hábito de ler. Portanto, textos curtos têm muito mais chances de atingir seus objetivos.

Releia SEMPRE o que escreveu! Essa é a forma mais  eficaz de corrigir e melhorar seu texto.

Contribua  com este artigo, comentando, deixando sua opinião, sugestão...

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Como "começar" a ganhar dinheiro na internet com seu site ou blog.

Resolveu blogar profissionalmente? Quer ganhar dinheiro com seu blog ou site? Ótimo!  Mas como começar?


Vou contar brevemente minha "saga blogueira" para te mostrar que é possível.

1º - Sou desconfiadíssima, sempre que ouvia (lia) que era possível ganhar dinheiro na internet achava que era "cilada" ..rs . Hoje fico pensando quanto tempo gastei na internet que podereia ter me rendido bastate dinheiro (antes de fazer blog).

2º - O primeiro blog que fiz, foi como atividade de um curso de especialização na minha profissão. O objetivo do blog não era comercial, muito menos ganhar dinheiro, mas sim usá-lo como uma ferramenta a mais para direcionar conteúdo a um público específico.

4º - Minha segunda experiência com blog  foi quando ganhei um concurso cultural da loja de roupas femininas, Mercatto, no qual o prêmio era um contrato de 6 meses, para ser uma das "blogueiras" que iniciariam a criação do blog da marca Mercatto. Aí comecei a ter retorno financeiro para blogar, e adorei!!!

5º - Estava na sala de casa , escrevendo um dos meus post para o blog da  loja e falando com um familiar que estava ao meu lado sobre como era bom escrever e ainda ganhar  dinheiro por isso, essa pessoa me indicou o Blog da Maysa, mas especificamente esse artigo dela: Como ganhar dinheiro com seu blog ou site.

6º - Não sei se foi a conjuntura astral, se eu estava de excelente humor, se o texto da Maysa me passou confiabilidade... o fato é que o Blog da Maysa me fez perder a desconfiança quanto a essa história de ganhar dinheiro na internet. Já sai de lá direto para fazer minha inscrição no AdSense (repartição do Google que te paga para que você exiba  em seu site ou blog anuncios fornecidos por eles), em seguida criei esse blog aqui e passei a exibir os anuncios do AdSense.

He he he ... Tá pensando que agora  eu vou falar que daí em diante foi só esperar o dinheiro entrar e encher o bolso....rs . Nada disso!

Há cerca de um ano comecei a "blogar por dinheiro", hoje tenho  até domínio próprio (não é essencial), tenho um retorno financeiro muuuuuuuuuito melhor do que esperava. Mas o início não foi fácil não. Foram várias tentativas e erros, até eu achar os meus assuntos e formatos de blogs  rentáveis. Porém, eu consegui e você pode conseguir também É preciso ter persistência.

Que assuntos podem render mais dinheiro em um blog?
- Nem preciso dizer que esse Blog aqui não é o que me dá retorno financeiro, por ser um blog sem nenhum planejamento específico, é um blog pessoal. Na realidade só o mantenho por uma questão afetiva, afinal foi o primeiro. Você precisa falar de assuntos de interesse geral, suas crises existencias, seus devaneios e loucuras,  não vão atrair visitas. E, para ganhar dinheiro é importante que seu blog tenha um grande número de visitantes, portanto escolha algo de  que você goste, para ter do que falar(escrever),  e que também seja do  interesse de  um grande número de pessoas, para ter quem te escute (leia).

Onde hospedar seu blog?
-Crie um blog em um serviço gratuito, afinal o objetivo é ganhar dinheiro e não gastar - eu indico o Blogger - É uma plataforma que propicia a você criar e fazer a manutenção do seu blog mesmo que não tenha grandes conhecimentos de informática (que logicamente você vai começar a buscar para ir aprimorando seu blog aos poucos).

Um blog basta?

Pode ser que para alguns sim, mas como gosto de  uma certa estabilidade aconselho que:
- Depois de criar o primeiro blog e conseguir dar alguma estabilidade a ele, crie outros, pois esse "mundo tecnológico-virtual" é muito temperamental. Assim, quando os ganhos de um blog diminuírem, haverá outras fontes de ganho. (tenho cinco blogs ativos, com um tipo de assunto diferente em cada um deles). Você pode ter um blog principal e alguns reservas, como técnico de futebol.

Dá muito trabalho manter um blog?
- É desnecessário dizer que não adianta você publicar postagens em seu blog uma vez por ano (como faço aqui no  Devaneios). Os visitantes gostam de espaços atualizados. Se faltar assunto, dê uma olhadinha no blog "Quero ter um blog" , nesse post o  Alessandro Martins dá ótimas dicas para que você tenha assunto sempre:  22 fontes de conteúdo para seu blog falar pelos cotovelos sem parar.
Sim, manter um blog com uma certa qualidade (que é o que vai fazer a diferença entre você e os seus concorrentes, e te trazer lucros) dá trabalho e exige dedicação, como todo trabalho.

Garanto que se você gosta um pouco da palavra escrita se dará bem no "mundo dos blogs". Realmente É POSSÍVEL ganhar um bom dinheirinho blogando.

Claro que existem tutoriais de passo-a-passo detalhados sobre a criação de blogs em vários sites especializados (que você deve consultar),  aqui desejo informar aos iniciantes que dá para fazer, que é possível conseguir.

Caso deseje alguma informação, deixe a pergunta. Se eu souber a resposta, a darei com toda certeza.

Boa sorte e bons ganhos!!!

Afinal , dinheiro não traz felicidade, mas manda buscar... ;)

- O bom de piada velha, é que sempre tem gente nova que ainda não conhece - :)

domingo, 13 de dezembro de 2009

Então é Natal... Sugestões de frases para os cartões e/ou votos de Natal.

Chegou o Natal!!!  Um novo ano vai começar, lembre-se de sonhar para que você continue a ter motivos para ser feliz. :)




1 - Que é o Natal? É a ternura do passado, o valor do presente e a esperança do futuro. É o desejo mais sincero de que cada xícara se encha com bênçãos ricas e eternas, e de que cada caminho nos leve à paz. (Agnes M. Pharo)

2 - Bendita seja a data que une a todo mundo numa conspiração de amor. (Hamilton Wright Mabi)

3 - "Presentinhos do Papai Noel para você: Alegria todos os dias, sonhos realizados, muitos amigos e pessoas queridas, paixão, prosperidade, paz e harmonia, amor de montão e uma vida muito, muito feliz! Boas Festas"

4 - Não se preocupe muito com os enfeites, porque não são os enfeites, não é a neve, não é a árvore, nem a chaminé. O Natal é o calor que volta ao coração das pessoas, a generosidade de compartilhá-la com outros e a esperança de seguir adiante.

5 -  "Datas como o Natal nos fazem perceber que amor e carinho não se perdem com a distância. Te desejo um Natal maravilhoso e um Ano Novo repleto de alegrias!"

6 - É Natal! Época de sonhos, esperanças renovadas e mensagens trocadas com carinho e amizade. Feliz - Natal e muitas felicidades para o próximo ano.

7 -  "Natal é tempo de alegria. De paz, felicidade e muito amor. Que você possa viver esses bons momentos todos os dias do Ano Novo!"

8 - Ainda que se percam outras coisas ao longo dos anos, mantenhamos o Natal como algo brilhante.…. Regressemos a nossa fé infantil. (*Grace Noll Crowell)

9 - Possa o Natal ser igual a um jardim
     Onde a alegria floresça e a felicidade cresça
     Anos e anos sem fim!

10 -  Enquanto houver um sorriso de simpatia, uma palavra de carinho, um pequeno gesto de amor, sempre existirá o Natal.

Contribua deixando sua frase também ;)

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Contos de Fada para moças modernas - Parte II - Beijar sapo?!?!?

A "princesa" sempre precisa criar as condições, jogar tranças, beijar sapo, engasgar-se com maça... Sem a "princesa" o que seria do "príncipe"?



Conto de fadas para mulheres do século  21.

Era uma vez, numa terra muito distante, uma linda princesa independente e cheia de auto-estima que, enquanto contemplava a natureza e pensava em como o maravilhoso lago do seu castelo estava de acordo com as conformidades ecológicas, se deparou com uma rã.

Então, a rã pulou para o seu colo e disse: -Linda princesa, eu já fui um príncipe muito bonito. Mas uma bruxa má lançou-me um encanto e eu transformei-me nesta rã asquerosa. Um beijo teu, no entanto, há de me transformar de novo num belo príncipe e poderemos casar e constituir um lar feliz no teu lindo castelo. A minha mãe poderia vir morar conosco e tu poderias preparar o meu jantar, lavarias as minhas roupas, criarias os nossos filhos e viveríamos felizes para sempre…
E então, naquela noite, enquanto saboreava pernas de rã à sautée, acompanhadas de um cremoso molho acebolado e de um finíssimo vinho branco, a princesa sorria e pensava:
-Nem fo…den…do!
(Luís Fernando Verissímo)

Conto de Fadas para moças modernas - Parte I - Rainha do lar??? Eu não!!!

Contos de Fada, um estilo de texto usado para as pessoas se  identificarem com os personagens e atitudes nele contidos. Está na hora de mudar o modelo ;)


Conto de fadas para mulheres do século  21

Era uma vez uma linda moça que perguntou a um lindo rapaz:
- Você quer casar comigo?
Ele respondeu:
- NÃO!
E a moça viveu feliz para sempre, foi viajar, fez compras, conheceu muitos outros rapazes, visitou muitos lugares, foi morar na praia, comprou outro carro, mobiliou sua casa, sempre estava sorrindo e de bom humor, nunca lhe faltava nada, bebia cerveja com as amigas sempre que estava com vontade e ninguém mandava nela.
O rapaz ficou barrigudo, careca, o pinto caiu, a bunda murchou, ficou sozinho e pobre, pois não se constrói nada sem uma MULHER.
FIM!!!
(Luís Fernando Veríssimo?)

domingo, 29 de novembro de 2009

Um pensamento, uma música... Precisa mais?

"A música é capaz de reproduzir em sua forma real, a dor que dilacera a alma e o sorriso que a inebria" Beethoven



Feche os olhos e se permita "sentir" a música, deixe-se envolver pelas  notas e vá por onde  elas  te  levarem...

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

10 dicas de como enrolar no trabalho.

O dia não está  lá  essas  coisas? Não  acordou  hoje com essa  vontade toda de  trabalhar,  mas  precisa "bater cartão"? Ainda  não conseguiu montar  o próprio negócio?

Eis  algumas dicas  que  recebi  por  e-mail. Mas  só  um  alerta... Se for  assim  sempre, dificilmente  conseguirá  deixar  de  ser subordinado e se transformará em  patrão...rs




1. Nunca caminhe sem um documento nas mãos.
- Pessoas com documentos em uma das mãos parecem funcionários ocupadíssimos que se dirigem à reuniões importantes.
- As pessoas de mãos vazias parecem que estão se dirigindo para a cafeteria.
- As pessoas com um jornal nas mãos parecem que estão se dirigindo para o banheiro.
- Sobretudo, leve algum material para casa, isso causa a falsa impressão de que você trabalha mais horas do que você costuma trabalhar.

2.Use o computador para parecer ocupado.
- Quando você usa um computador, parece que você está “trabalhando” para quem observa ocasionalmente. você pode emitir e receber e-mail pessoal, ficar no bate papo, no MSN, ou ter uma explosão sem que isso tenha alguma coisa a ver com trabalho.

3. Mantenha sua mesa bagunçada
- Quando sua mesa está bagunçada parece que você está trabalhando duramente.
- Construa pilhas enormes de documentos em torno de seu espaço de trabalho.
- Ao observador, o trabalho do ano passado parece o mesmo que o trabalho de hoje; é o volume que conta.
Se você souber que alguém está vindo à sua sala, finja que está procurando algum papel.

4. Ative o correio de voz
- Nunca responda a seu telefone se você tiver o correio de voz. As pessoas não te ligam para te dar nada além de mais trabalho.
- Selecione todas suas chamadas através do correio de voz.
- Se alguém deixar uma mensagem do correio de voz para você e se for para trabalho, responda durante a hora do almoço quando você sabe que eles não estão lá.

5. Pareça impaciente e irritado.
- Você deve estar sempre parecendo impaciente e irritado, para dar ao seu chefe a impressão de que você está realmente ocupado.

6. Sempre vá embora tarde.
- Sempre deixe o escritório mais tarde, especialmente se o seu chefe estiver por perto.
- Sempre passe na frente da sala do seu Chefe quando estiverindo embora.
- Emita e-mails importantes bem tarde (por exemplo 21:35, 6:00,etc…) e durante feriados e finais de semana.

7. Reclame sozinho.
- Fale sozinho quando tiver muita gente por perto, dando a impressão de que você está sob pressão extrema.

8. Estratégia de empilhamento.
- Empilhar documentos em cima da mesa não é o bastante.
- Ponha vários livros no chão. (os manuais grossos do computador são melhores ainda)

9. Construa um vocabulário.
- Procure no dicionário palavras difíceis. Construa frases e use-as quando estiver conversando com o seu chefe. Lembre-se: ele não tem que entender o que você diz, desde que o que você diga dê a entender de que você está certo.

10. O MAIS IMPORTANTE!!!:
- Não envie isto ao seu chefe por engano
Exponha suas idéias!!! Diga o que você pensa sobre isso.

sábado, 14 de novembro de 2009

A internet não afeta a vida social das pessoas? Como assim? Qual sua relação com a Internet?

A internet "não afeta" interatividade na vida das pessoas? Como não afeta? Você se relaciona bem com a Internet?




A  matéria abaixo circulou essa semana em jornais, blogs e afins. Discordo do título da matéria, da  afirmação da pesquisa.

A mesma pesquisa  afirma que internet não afeta a vida social das pessoas e  haver uma interação social maior entre pessoas que usa  internet. No mínimo essa afirmação é incoerente. Afinal, influencia ou  não influencia?

Por conta dessa incoerência na pesquisa  americana, resolvi perguntar  aqui:

Quais mudanças  a  internet provocou  em  sua vida?

Há 20 anos não tinhamos internet, ao  menos não acessível como  existe hoje. Aos adolescentes, acho que  não trouxe muitas  mudanças, pois eles são "nativos" dessa Era Tecnológica, já nasceram nela. Porém quem tem  mais de  30  anos cresceu sem  a  internet e teve de  se  adaptar às mudanças ocorridas com a difusão de informações e tranformações causada pela Revolução Digital.

Qual o  balanço que você faz da  internet  na  sua  vida social, sentimental, profissional, mental...?

Confira os dados controversos da pesquisa:
Internet não afeta vida social das pessoas, afirma estudo

O avanço das tecnologias de comunicação e o surgimento das redes de compartilhamento de conteúdo e informações não afetou a vida social das pessoas. Pesquisa realizada nos Estados Unidos pela consultoria Pew Research Center mostra que o isolamento social dos adultos americanos quase nada mudou desde 1985.

O levantameno aponta que 6% dos entrevistados declararam não ter ninguém, ou nenhum grupo, "com quem possam discutir assuntos que consideram importantes", índice três vezes maior que o registrado em 1985.

Entre os usuários de web, no entanto, 61% disseram conversar com seus vizinhos ao menos uma vez por mês. Além disso, 45% declararam ser mais propícios a visitar um café ou restaurante do que os que não usam os novos recursos da internet.

O estudo revela, ainda, que os usuários de redes sociais frequentam bibliotecas 52% mais vezes do que as pessoas "off-line" e visitam parques públicos 42% mais vezes.

A consultoria conclui que o crescimento do número de americanos que não possui uma vida social ativa não tem relação direta com o surgimento de smartphones ou redes sociais. Ao contrário, a Pew acredita que a evolução da web tem sido responsável pelo aumento da participação dos americanos nas vidas uns dos outros.
Exponha suas idéias!!! Arrisque-se, Exponha-se!!!  Diga o que você pensa sobre isso.


Retirado de http://www.tiinside.com.br

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Vontade de você! Só hoje. Tem que ser você!

Música e poesia, dentre as artes, talvez sejam as duas com  mais poder de comoção. Quando se casam então...




Vontade de VOCÊ!

Hoje me deu vontade de escrever
Escrever não sei o quê, mas pra você

Hoje me deu vontade de te abraçar
De me perder em teus braços
De me envolver em abraços

Hoje me deu uma grande saudade
Uma enorme vontade
De me fundir em você

Hoje me deu um imenso desejo
De te amar
De me soltar

Hoje eu queria você
Queria viver somente com você,
Por você...

Hoje eu só queria teu calor
E me entregar ao cansaço
De uma noite de amor

Hoje eu queria ver teu rosto
Sentir o suor no teu corpo esgotado de amar
Hoje eu só queria dizer...

Que te quero muito!!!
Quero sentir seu corpo quente sobre o meu,
suas mãos me acariciando, seus beijos, seu desejo....

VOCÊ!

Autor : Paulo Fuentes
http://www.nadirdonofrio.com/biografia_paulofuentes/biografia_paulofuentes.htm




E ai? Comente...

domingo, 18 de outubro de 2009

Uma centena de curiosidades sobre a Língua Portuguesa.

100 Observações a respeito da nossa complicada Língua Portuguesa Brasileira. Vale  a leitura.

Divirtam-se buscando  equívocos, ou corrigindo expressões de uso comum na  língua.

1 – "Custas" só se usa na linguagem jurídica para designar ‘despesas feitas no processo’. Portanto, devemos dizer: ” O filho vive à custa do pai“. No singular.

2 – Não existe a expressão "à medida em que" . Ou se usa à medida que correspondente a "à proporção que", ou se usa "na medida em que" equivalente a "tendo em vista que".

3 – O certo é "a meu ver" e não "ao meu ver".

4 – A princípio significa inicialmente , antes de mais nada. Ex: A princípio, gostaria de dizer que estou bem. Em princípio quer dizer em tese. Ex: Em princípio, todos concordaram com minha sugestão. (Antes de mais  nada não deve ser  usado, pois aintes  de  mais  nada, só  existe  nada. Caso queira  variar o uso de  A princípio , prefira "Antes  de  tudo ou antes  de  qualquer  coisa.

5 – À-toa, com hífen, é um adjetivo e significa “inútil”, “desprezível”. Ex: Esse rapaz é um sujeito à-toa . À toa, sem hífen, é uma locução adverbial e quer dizer “a esmo”, “inutilmente”. Ex: Andava à toa na vida. (Não sei se  essa  regra resistiu ao Novo  Acordo  ortográfico. Preciso pesquisar)

6 – Com a conjunção se, deve-se utilizar acaso, e nunca caso. O certo: “Se acaso vir meu amigo por aí, diga-lhe…“. Mas podemos dizer: “Caso o veja por aí… “. ( "Se" e "acaso" me  parecem  redendundância. Prefiro usar um ou  outro. O  que  vocês  acham?)

7 – "Acerca de" quer dizer a respeito de. Veja: Falei com ele acerca de um problema matemático. Mas " há cerca de" é uma expressão em que o verbo haver indica tempo transcorrido, equivalente a faz. Veja: Há cerca de um mês que não a vejo.

8 – Não esqueça: alface é substantivo feminino. A alface está bem verdinha.

9 – Além pede sempre o hífen: além-mar, além-fronteiras, etc . (Não sei se essa regra resistiu ao Novo Acordo ortográfico. Preciso pesquisar)



10 – "Algures" é um advérbio de lugar e quer dizer “em algum lugar”. Já "alhures" significa “em outro lugar”.

11 – Mantenha o timbre fechado do o no plural dessas palavras: almoços, bolsos, estojos, esposos, sogros, polvos, etc .

12 – O certo é alto-falante, e não auto-falante.

13 – O certo é alugam-se casas, e não aluga-se casas. Mas devemos dizer precisa-se de empregados, trata-se de problemas. Observe a presença da preposição (de) após o verbo. É a dica pra não errar. Nota: esta dica precisa ser confirmada.

14 – Depois de ditongo, geralmente se emprega x. Veja: afrouxar, encaixe, feixe, baixa, faixa, frouxo, rouxinol, trouxa, peixe, etc .

15 – Ancião tem três plurais: anciãos, anciães, anciões.

16 – Só use "ao invés de" para significar "ao contrário de", ou seja, com idéia de oposição. Veja: Ela gosta de usar preto ao invés de branco. Ao invés de chorar, ela sorriu. "Em vez de" quer dizer "em lugar de" . Não tem necessariamente a idéia de oposição. Veja: Em vez de estudar, ela foi brincar com as colegas. (Estudar não é antônimo de brincar).

17 – Ainda se vê e se ouve muito aterrisar em lugar de aterrissar, com dois s. Escreva sempre com o s dobrado.

18 – Não existe preço barato ou preço caro. Só existe preço alto ou baixo. O produto, sim, é que pode ser caro ou barato. Veja: Esse televisor é muito caro. O preço desse televisor é alto.

19 – Ainda se vê muito, principalmente na entrada das cidades, a expressão" bem vindo" (sem hífen) e até "benvindo". As duas estão erradas. Deve-se escrever bem-vindo, sempre com hífen.

20 – Atenção: nunca empregue hífen depois de bi, tri, tetra, penta, hexa, etc. O nome fica sempre coladinho. O Sport se tornou tetracampeão no ano 2000. O Náutico foi hexacampeão em 1968. O Brasil foi bicampeão em 1962.

21 – Veja bem: uma revista bimensal é publicada duas vezes ao mês, ou seja, de 15 em 15 dias. A revista bimestral só sai nas bancas de dois em dois meses. Percebeu a diferença?

22 – Hoje, tanto se diz boêmia como boemia. Nelson Gonçalves consagrou a segunda, com a tonicidade no ‘mia’.

23 – Cuidado: Eu caibo dentro daquela caixa. A primeira pessoa do presente do indicativo assim se escreve porque o verbo é irregular.

24 – Preste atenção: o senador Luiz Estevão foi cassado. Mas o leão foi caçado e nunca foi achado. Portanto, cassar (com dois s) quer dizer tornar nulo, sem efeito.

25 – Existem palavras que só devem ser empregadas no plural. Veja: os óculos, as núpcias, as olheiras, os parabéns, os pêsames, as primícias, os víveres, os afazeres, os anais, os arredores, os escombros, as fezes, as hemorróidas, etc .

26 – Pouca gente tem coragem de usar, mas o plural de caráter é caracteres. Então, Carlos pode ser um bom-caráter, mas os dois irmãos dele são dois maus-caracteres.

27 – Cartão de crédito e cartão de visita não pedem hífen. Já cartão-postal exige o tracinho.

28 – Catequese se escreve com s, mas catequizar é com z. Esse português…

29 – O exemplo acima foge de uma regrinha que diz o seguinte: os verbos derivados de palavras primitivas grafadas com s formam-se com o acréscimo do sufixo -ar: análise-analisar, pesquisa-pesquisar, aviso-avisar, paralisia-paralisar, etc .

30 – Censo é de recenseamento; senso refere-se a juízo. Veja: O censo deste ano deve ser feito com senso crítico.

31 – Você não bebe a champanhe. Bebe o champanhe. É, portanto, palavra masculina.

32 – Cidadão só tem um plural: cidadãos.

33 – Cincoenta não existe. Escreva sempre cinquenta.

34 – Ainda tem gente que erra quando vai falar gratuito e dá tonicidade ao i, como de fosse gratuíto. O certo é gratuito, da mesma forma que pronunciamos intuito, circuito, fortuito, etc.

35 – E ainda tem gente que teima em dizer rúbrica, em vez de rubrica, com a sílaba bri mais forte que as outras. Escreva e diga sempre rubrica.

36 – Ninguém diz eu coloro esse desenho. Dói no ouvido. Portanto, o verbo colorir é defectivo (defeituoso) e não aceita a conjugação da primeira pessoa do singular do presente do indicativo. A mesma coisa é o verbo abolir. Ninguém é doido de dizer eu abulo. Pra dar um jeitinho, diga: Eu vou colorir esse desenho. Eu vou abolir esse preconceito.

37 – Outro verbo danado é computar. Não podemos conjugar as três primeiras pessoas: eu computo, tu computas, ele computa. A gente vai entender outra coisa, não é mesmo? Então, para evitar esses palavrões, decidiu-se pela proibição da conjugação nessas pessoas. Mas se conjugam as outras três do plural: computamos, computais, computam.

38 – Outra vez atenção: os verbos terminados em -uar fazem a segunda e a terceira pessoa do singular do presente do indicativo e a terceira pessoa do imperativo afirmativo em -e e não em -i. Observe: Eu quero que ele continue assim. Efetue essas contas, por favor. Menino, continue onde estava .

39 – A propósito do item anterior, devemos lembrar que os verbos terminados em -uir devem ser escritos naqueles tempos com -i, e não com -e. Veja: Ele possui muitos bens. Ela me inclui entre seus amigos de confiança. Isso influi bastante nas minhas decisões. Aquilo não contribui em nada com o progresso .

40 – Coser significa costurar. Cozer é que significa cozinhar.

41 – O correto é dizer deputado por São Paulo, senador por Pernambuco, e não deputado de SãoPaulo e senador de Pernambuco.

42 – Descriminar é absolver de crime, inocentar. Discriminar é distinguir, separar. Então dizemos: Alguns políticos querem descriminar o aborto. Não devemos discriminar os pobres .

43 – Dia a dia (sem hífen) é uma expressão adverbial que quer dizer todos os dias , dia após dia. Por exemplo: Dia a dia minha saudade vai crescendo. Enquanto que dia-a-dia é um substantivo que significa cotidiano e admite o artigo: O dia-a-dia dessa gente rica deve ser um tédio .

44 – A pronúncia certa é disenteria, e não desinteria.

45 – A palavra dó (pena) é masculina. Portanto, sentimos muito dó daquela moça.

46 – Nas expressões é muito, é pouco, é suficiente, o verbo ser fica sempre no singular, sobretudo quando denota quantidade, distância, peso. Ex: Dez quilos é muito. Dez reais é pouco. Dois gramas é suficiente .

47 – Há duas formas de dizer: é proibido entrada, e é proibida a entrada. Observe a presença do artigo a na segunda locução.

48 – Já se disse muitas vezes, mas vale repetir: televisão em cores, e não a cores.

49 – Cuidado: emergir é vir à tona , vir à superfície. Por exemplo: O monstro emergiu do lago. Mas imergir é o contrário: é mergulhar, afundar. Veja o exemplo: O navio imergiu em alto-mar.

50 – A confusão é grande, mas se admitem as três grafias: enfarte, enfarto e infarto.

51 – Outra dúvida: nunca devemos dizer estadia em lugar de estada. Portanto, a minha estada em São Paulo durou dois dias. Mas a estadia do navio em Santos só demorou um dia . Portanto, estada para permanência de pessoas, e estadia para navios ou veículos.

52 – E não esqueça: exceção é com ç, mas excesso é com dois s.

53 – Lembra-se dos verbos defectivos? Lá vai mais um: falir. No presente do indicativo só apresenta a primeira e a segunda pessoa do plural: nós falimos, vós falis . Já pensou em conjugá-lo assim: eu falo, tu fales… Horrível, né?

54 – Todas as expressões adverbiais formadas por palavras repetidas dispensam a crase: frente a frente , cara a cara, gota a gota, face a face, etc.

55 – Outra vez, tome cuidado. Quando for ao supermercado, peça duzentos ou trezentos gramas de presunto, e não duzentas ou trezentas .. Quando significa unidade de massa, grama é substantivo masculino. Se for a relva, aí sim, é feminino: não pise a grama; a grama está bem crescida.

56 – É freqüente se ouvir no rádio ou na TV os entrevistados dizerem: Há muitos anos atrás… Talvez nem saibam que estão construindo uma frase redundante. Afinal, há já dá idéia de passado. Ou se diz simplesmente Há muito anos. ou Muitos anos atrás. Escolha. Mas não junte o há com atrás.

57 – Cuidado nessa arapuca do português: as palavras paroxítonas terminadas em -n recebem acento gráfico, mas as terminadas em -ns não recebem: hífen, hifens; pólen, polens.

58 – Atenção: Ele interveio na discórdia, e não interviu. Afinal, o verbo é intervir, derivado de vir.

59 – Item não leva acento. Nem seu plural itens.

60 – O certo é a libido, feminino. Devo dizer: Minha libido hoje não tá legal .

61 – Todo mundo gosta de dizer magérrima, magríssima, mas o superlativo de magro é macérrimo.

62 – Antes de particípios não devemos usar melhor nem pior . Portanto, devemos dizer: os alunos mais bem preparados são os do 2º grau. E nunca: os alunos melhor preparados ….

63 – Essa história de mal com l, e mau com u, até já cansou. É só decorar: Mal é antônimo de bem, e mau é antônimo de bom. É só substituir uma por outra nas frases para tirar a dúvida.

64 – Pronuncie máximo, como se houvesse dois s no lugar do x (mássimo).

65 – Toda vez que disser “ É meio-dia e meio” você estará errando. O certo é: meio-dia e meia. Ou seja, meio dia e meia hora .

66 – Não tenho nada a ver com isso, e não haver com isso .

67 – Nem um nem outro leva o verbo para o singular: Nem um nem outro conseguiu cumprir o que prometeu .

68 – Toda vez que usar o verbo gostar tenha cuidado com a ligação que ele tem com a preposição de. Ex: a coisa de que mais gosto é passear no parque. A pessoa de que mais gosto é minha mãe.

69 – Lembre-se: pára, com acento, é do verbo parar, e para , sem acento, é a preposição. Portanto :Ele não pára de repetir para o amigo que tem um carro novo. (Depois do Novo  Acordo Ortográfico, ficou tudo sem  acento, uma complicação a menos ou  a  mais...) 

70 – E tem mais: pelo , sem acento, é preposição (contração da preposição por com o artigo o) e pêlo, com acento, é o cabelo.

71 – E quer mais? Pêra, a fruta, leva acento, só para diferenciar de uma antiga preposição também chamada pera. Já o plural dispensa o acento: peras. Dá pra entender? O jeito é decorar.

72 – Ainda tem mais uma palavra com acento diferencial: pôde, terceira pessoa do singular do pretérito perfeito do verbo poder. É para diferenciar de pode, a forma do presente. Então dizemos: Ele até que pôde fazer tudo aquilo, mas hoje não pode mais. Percebeu a diferença?

73 – Pôr só leva acento quando é verbo: Quero pôr tudo no seu devido lugar. Mas se for preposição, não leva acento: Por qualquer coisa, ele se contenta.

74 – Fique atento: nunca diga nem escreva 1 de abril, 1 de maio. Mas sempre: primeiro de abril, primeiro de maio. Prevalece o ordinal.

75 – É chato, pedante ou parece ser errado dizer ‘quando eu vir Maria, darei o recado a ela’ . Mas esse é o emprego correto do verbo ver no futuro do subjuntivo. Se eu vir, quando eu vir . Mas quando é o verbo vir que está na jogada, a coisa muda: quando eu vier, se eu vier.

76 – Só use quantia para somas em dinheiro. Para o resto, pode usar quantidade. Veja: Recebi a quantia de 20 mil reais. Era grande a quantidade de animais no meio da pista.

77 – O prefixo recém sempre se separa por hífen da palavra seguinte e deve ser pronunciado como oxítona: recém-chegado de Londres.

78 – Não esqueça: retificar é corrigir , e ratificar é comprovar, reafirmar : ‘Ratifico o que disse e retifico meus erros‘.

79 – Quando disser ruim, diga como se a sílaba mais forte fosse -im. Não tem cabimento outra pronúncia.

80 – Fique atento: só empregamos São antes de nomes que começam por consoante: São Mateus, São João, São Tomé, etc. Se o nome começa por vogal ou h, empregamos Santo: Santo Antonio, Santo Henrique, etc.

81 – E lembre-se: Seção, com ç, quer dizer parte de um todo, departamento: a seção eleitoral, a seção de esportes . Já sessão, com dois s, significa intervalo de tempo que dura uma reunião ,uma assembléia, um acontecimento qualquer: A sessão do cinema demorou muito tempo. A sessão espírita terminou.

82 – Não confunda: senão, juntinho, quer dizer caso contrário. E se não, separado, equivale a se por acaso não. Veja: Chegue cedo, senão eu vou embora. Se não chegar cedo, eu vou embora. Percebeu a diferença?

83 – Tire esta dúvida: quando só é adjetivo equivale a sozinho e varia em número,ou seja, pode ir para o plural. Mas só como advérbio, quer dizer somente. Aí não se mexe. Veja: Brigaram e agora vivem sós (sozinhos). Só (somente) um bom diálogo os trará de volta.

84 – É comum vermos no rádio e na TV o entrevistado dizer: “O que nos falta são subzídios “. Quer dizer, fala com a pronúncia do z. Mas não é: pronuncia-se ss. Portanto, escreva subsídio e pronuncie subssídio.

85 – Taxar quer dizer tributar, fixar preço. Tachar é atribuir defeito, acusar.

86 – E nunca diga: Eu torço para o Flamengo . Quem torce de verdade, torce pelo Flamengo.

87 – Todo mundo tem dúvida, mas preste atenção: 50% dos estudantes passaram nos testes finais. Somente 1% terá condições de pagar a mensalidade. Acreditamos que 20% do eleitorado se abstenha de votar nas próximas eleições . Mais exemplos: 10% estão aptos a votar, mas 1% deles preferem fugir das urnas. Quer dizer, concorde com o mais próximo e saiba que essa regra é bastante flexível.

88 – Um dos que deixa dúvidas. Há gramáticos que aceitam o emprego do singular depois dessa expressão. Mas pela norma culta, devemos pluralizar: Eu sou um dos que foram admitidos. Sandra é uma das que ouvem rádio .

89 – Veado se escreve com e, e não com i.

90 – Esse português da gente tem cada uma: tem viagem com g e viajem com j. Tire a dúvida: viagem é o substantivo: A viagem foi boa. Viajem é o verbo: Caso vocês viajem, levem tudo.

91 – O prefixo vice sempre se separa por hífen da palavra seguinte: vice-prefeito, vice-governador, vice-reitor, vice-presidente, vice-diretor, etc.

92 – Geralmente, se usa o x depois da sílaba inicial -en: enxaguar, enxame, enxergar, enxaqueca, enxofre, enxada, enxoval, enxugar, etc . Mas cuidado com as exceções: encher e seus derivados (enchimento, enchente, enchido, preencher, etc ) e quando -en se junta a um radical iniciado por ch:encharcar (de charco), enchumaçar (de chumaço), enchiqueirar (de chiqueiro), etc.

93 – Não adianta teimar: chuchu se escreve mesmo é com ch.

94 – Ciclo vicioso não existe. O correto é círculo vicioso.

95 – E qual a diferença entre achar e encontrar? Use achar para definir aquilo que se procura, e encontrar para aquilo que, sem intenção nenhuma, se apresenta à pessoa. Veja: Achei finalmente o que procurava. Maria encontrou uma corda debaixo da cama. Jorge achou o gato dele que fugiu na semana passada.

96 – Adentro é uma palavra só: Meteu-se porta adentro. A lua sumiu noite adentro.

97 – Não existe adiar para depois . Isso é redundante, porque adiar só pode ser para depois.

98 – Afim (juntinho) tem relação com afinidade: gostos afins, palavras afins. A fim de (separado) equivale a para: Veio logo a fim de me ver bem vestido.

99 – Pode parecer meio estranho, mas pode conjugar o verbo aguar normalmente: eu águo, tu águas, ele água, nós aguamos, vós aguais, eles águam.

100 – (Finalmente, chegamos ao centésimo item). E, por falar nisso, centigrama é palavra masculina: dois centigramas. O quilo, O grama,  O centigrama.

Este texto foi-me enviado por e-mail, sem autoria. Se alguém souber onde está a bibliografia, deixe um comentário.

Exponha suas idéias!!! Diga o que você pensa sobre isso. Tem alguma consideração ou  colaboração  para acrescentar a este  post?

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

15 frases para reflexão.

Ler faz com que lembremos de coisas que o cotidiano às vezes nos faz esquecer. Reflita sobre as frases.



E contribua deixando uma frase que seja importante para você.

"Aprendi que um homem só tem o direito de olhar um outro de cima para baixo para ajudá-lo a levantar-se." (Gabriel Garcia Marquez)

"Todo trabalho é um auto retrato da pessoa que o realizou. Autografe sua obra com exelência!" Ivonete Vieira

"O impossível só vira realidade se você estiver Bem Preparado quando a chance aparecer"(Oscar Schmidt)

"A Moral não me ajuda. Sou antagônico nato. Sou uma daquelas pessoas que são feitas para exceções, não para regras." (Oscar Wilde)

"A Auto-estima é o que há de mais divino no ser humano. Pois, quando nada lhe resta, resta-lhe a si mesmo". Cíntia Salvato

"Algo só é impossível até que alguém prove o contrário."(Albert Einstein)

"Não temos tanta necessidade da ajuda dos amigos quanto da certeza da sua ajuda." Epicuro

"Se você não se valorizar, chegará uma hora em que todos acreditarão em você. O contrário também é válido." Jefferson Luiz Maleski

"O homem que não sabe dominar os seus instintos, é sempre escravo daqueles que se propõem satisfazê-los." Gustave Le Bon

"É quando nos esquecemos de nós mesmos que fazemos coisas que jamais serão esquecidas." Ellen G. White

"Se você quer transformar o mundo, experimente primeiro promover o seu aperfeiçoamento pessoal e realizar inovações no seu próprio interior." Dalai Lama

"Quando estamos cheios de bons pensamentos, parece-nos que o mundo está repleto de oportunidades." (Walter Grando)

"A felicidade é qualquer coisa que depende mais de nós mesmos do que das contingências e das eventualidades da vida." (Júlio Dantas)

"Não há dor que o sono não consiga vencer." (Honoré de Balzac)


Exponha suas idéias!!! Diga o que você pensa sobre isso.

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

As várias interpretações possíveis sobre um mesmo texto.

A comunicação e a variedade de interpretaçao de um mesmo texto é uma área de estudo fascinante da linguagem!

Fui perguntada  sobre  qual significado  da frase "Cuide tudo que for verdadeiro, deixe tudo que não for passar" - Essa frase  é  da  música Cuide bem do seu  amor - Paralamas  do  Sucesso.

A frase oferece várias interpretações, assim, como todo texto. Pois ao interpretá-lo o leitor (no caso da música, o ouvinte), vai aplicá-la à sua bagagem de vida, ao seu conhecimento de mundo e ao  momento  atual de sua  vida pessoal, ao seu  grau de  instrução, e mais uma infinidade  de  variantes.

Para mim essa frase significa um conselho para que não valorizemos e nem nos apeguemos à ilusões,  mas ela vai ter tantas interpretações diferentes quantos forem os seus leitores (ouvintes).

Se vale a pena seguir esse conselho já são outros quinhentos, afinal tem ilusão que proporciona muita felcidade... Mas deixemos  de  digressões e voltemos  à interpretação de  textos; o filme Matrix e  a  Teoria de  Platão sobre  a Metafísica  a gente  discute em  uma  outra oportunidade ;)

Ainda ontem escrevi O príncipe encantado e a porta aberta. baseando-me, ou melhor , inspirando-me em um texto de outra pessoa, só que, o que eu entendi do texto dele pode não ser necessáriamente o que ele quis dizer...

Um fato curioso sobre interpretação: conta-se que Oswaldo Montenegro teve a letra de uma música sua colocada em uma prova de vestibular e, por curiosidade ele foi fazer a tal prova. Pois bem, ele seria a autoridade máxima para dizer o significado de uma frase da música, certo? Errado ( risos). Isso mesmo, ele disse que o significado de uma frase lá era tal e a banca corretora da prova deu "errado", sem saber quem tinha feito a prova, óbvio.

Oswaldo entrou com recurso. Ora bolas, afinal ele sabia exatamente o que queria dizer tal frase , já que foi ele quem escreveu. Mas a banca corretora tinha interpretado outra coisa.

Não busquei fundamentos para confirmar a história, ela  me  foi  contada  por  alguém,  mas me parece verossímel.

E só  para arrematar, o vídeo da música  que  originou  a  pergunta, e  consequentemente  o  post.




Exponha suas idéias!!! Diga o que você pensa sobre isso.

sábado, 10 de outubro de 2009

O príncipe encantado e a porta aberta.

Não! Positivamente não creio no "Foram felizes para sempre", apesar de acreditar  piamente na existência de príncipe encantado.


Pode  parecer  incoerente, mas  explico; o "sempre" é muito tempo e o "principe  encantado" não pode fugir às leis da  natureza, que  é mutável. Por isso todo "principe encantado" termina se  transformando em sapo aqui, e se tornando novamente o  "principe encantado" acolá; e o  mesmo  acontece  com  as  princesas.

O que me inspirou esses devaneios foi ter  ido ler um blog cujo autor é a figura de sapo, se assina "Principe Encantado", e nomeia seu  blog de "Mensagens Para Nós Dois".  Confesso que fui atraída  pelo título Eu ponto; você vírgula. Eu trocaria os pronomes de lugar, mas  o texto já  tem  dono :)

Pois bem, leiam o texto lá, e  entenderão  melhor  o  texto cá.

O fato é que temos enorme dificuldade em  aceitar  que  o "ponto final" nunca  é o  fim,  é  simplesmente uma porta  se abrindo  para  um  novo  começo.

Quando  nascemos, ninguém lembra, mas  tenho certeza que a experiência deve  parecer o fim do  mundo, e é, o  fim de um  mundo  conhecido e seguro, do  mundo  que  conhecíamos  até  então,  mas  é também  o  começo  de  tudo.

A lagarta quando  vira  borboleta  deve  sofrer imensamente,  pois tudo  que  havia  é  rompido, seu  modo de  ver  a  vida é  drasticamente  modificado,  mas é só sua  entrada  em  novo mundo, com  muito  mais  belezas a serem  desfrutadas.

Tudo  na  vida  é  findo, até  mesmo  nós. Então porque temos essa "fome" em  relacionamentos "para sempre"?  Caso existissem, seriam contrários  a todas as leis  da  natureza,  pois o  mundo  é  mudança  e movimento  o  tempo  todo.

Muitas  vezes um  "ponto  final"  pode  nos  dar  muito  mais possibilidades  de  felicidade do  que  uma  "vírgula".

Então, embora  seja  difícil, ver o  próximo "ponto  final ", o  próximo "principe virando  sapo", a  próxima  desilusão, como  uma  maravilhos porta  escancarada  para um  novo  mundo de  coisas que  você  ainda  nem  imagina  que possam existir.

Exponha suas idéias!!! Diga o que você pensa sobre isso.

15 coisas que são importantes saber...

Algumas considerações sobre o que é importante para conseguir ir vencendo batalhas pela vida afora.

  1. amores eternos podem acabar em uma noite;
  2. grandes amigos podem se tornar grandes inimigos; 
  3. o amor, sozinho, não tem a força que se imagina;
  4. ouvir aos outros pode ser, o melhor remédio ou o pior veneno;
  5. a gente nunca conhece uma pessoa totalmente, afinal gastamos uma vida inteira para conhecer a nós mesmos e  não chegamos lá...; 
  6. os poucos amigos que te apóiam na queda, são muito mais fortes do que os muitos que te empurram;
  7. o “nunca mais“ nunca se cumpre; 
  8. o “para sempre“ sempre acaba; 
  9. família  mesmo com suas mil diferenças, está sempre aqui quando eu preciso;
  10. ainda não inventaram nada melhor do que colo de quem te ama desde que o mundo é mundo;
  11. vou sempre me surpreender, seja com os outros ou comigo mesmo;
  12. vou cair e levantar milhões de vezes... e ainda não vou ter aprendido tudo!
  13. você pode gastar um instante  para fazer coisas das quais se arrependerá pelo resto da vida ,
  14. verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias;
  15. por mais que alguém te ame, jamais conseguirá sentir o  que você sente, e isso é  natural.
E o principal: o importante não é "o que" você tem na vida, mas "quem" você tem na vida. ♥



Exponha suas idéias!!! Diga o que você pensa sobre isso.

Cachorro velho.

Fábula sobre a maturidade. O tempo é o senhor absoluto da  vida! Muitas vezes lamenta-se a chegada da velhice. Porém ...  

Todos nós, se tivermos sorte, chegaremos à maturidade. Perde-se o  viço, perde-se o brilho,  outras  coisinhas  mais  que  vão ficando pelo caminho. A pergunta é,  qual  o  balanço entre  perdas  e  ganhos? É possível ter  uma  velhice feliz?
Vamos à alegoria, depois me diga se  concorda com a  moral da  história.






Uma velha senhora foi para um safari na África e levou seu velho vira-lata com ela.


Um dia, caçando borboletas, o velho cão, de repente, deu-se conta de que estava perdido.

Vagando a esmo, procurando o caminho de volta, o velho cão percebe que um jovem leopardo o viu e caminha em sua direção, com intenção de conseguir um bom almoço .

O cachorro velho pensa:
-"Oh, oh! Estou mesmo enrascado ! Olhou à volta e viu ossos espalhados no chão por perto. Em vez de apavorar-se mais ainda, o velho cão ajeita-se junto ao osso mais próximo, e começa a roê-lo, dando as costas ao predador .

Quando o leopardo estava a ponto de dar o bote, o velho cachorro exclama bem alto: -Cara, este leopardo estava delicioso ! Será que há outros por aí ?

Ouvindo isso, o jovem leopardo, com um arrepio de terror, suspende seu ataque, já quase começado, e se esgueira na direção das árvores.

-Caramba! pensa o leopardo, essa foi por pouco ! O velho vira-lata quase me pega!

Um macaco, numa árvore ali perto, viu toda a cena e logo imaginou como fazer bom uso do que vira: em troca de proteção para si, informaria ao predador que o vira-lata não havia comido leopardo algum...

E assim foi, rápido, em direção ao leopardo. Mas o velho cachorro o vê correndo na direção do predador em grande velocidade, e pensa:

-Aí tem coisa!

O macaco logo alcança o felino, cochicha-lhe o que interessa e faz um acordo com o leopardo.

O jovem leopardo fica furioso por ter sido feito de bobo, e diz: -"Aí, macaco! Suba nas minhas costas para você ver o que acontece com aquele cachorro abusado!"

Agora, o velho cachorro vê um leopardo furioso, vindo em sua direção, com um macaco nas costas, e pensa:

-E agora, o que é que eu posso fazer ?

Mas, em vez de correr ( sabe que suas pernas doídas não o levariam longe...) o cachorro senta, mais uma vez dando costas aos agressores, e fazendo de conta que ainda não os viu, e quando estavam perto o bastante para ouvi-lo, o velho cão diz:

-"Cadê o f.d.p daquele macaco? tô morrendo de fome! disse que ia trazer outro leopardo para mim e não chega nunca! "

Moral da história: não mexa com cachorro velho... idade e habilidade se sobrepõem à juventude e intriga. Sabedoria só vem com idade e experiência.
(Emygdio Moreira ?)
E aí, o que você acha disso?

sábado, 3 de outubro de 2009

Rio 2016 - Olimpíadas no Rio - Quanto você vai pagar?

Pão, circo e o povo fica  feliz, eufórico mesmo. Esquece as mazelas diárias que lhes é imposta pelo (des)desgoverno...



Será que os que fizeram a festa  e apoiaram o governo na empreitada de trazer as Olimpíadas para o  Rio sabem que estarão pagando,  não só  os  ingressos para assistir às várias competições, mas  também terão
  o dinheiro dos seus impostos aplicado nisso?

Você acredita  que os  benefícios ou o "legado" deixado pelas Olimpíadas compensarão o preço a  ser  pago  pela  vinda  do Olímpo  para o  RJ?

Deixe  sua  opinião!

Pode comentar... Eu deixo.

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Pergunta capciosa - alunos x professor.

Alunos "espertinhos" e professor inteligente :)




Professor criativo.
Olhem o que um professor é capaz de fazer. O fato narrado abaixo é real e aconteceu em um curso de Engenharia da USJT (Univ. São Judas Tadeu), tornando-se logo uma das "lendas" da faculdade...

Na véspera de uma prova, 4 alunos resolveram chutar o balde: iriam viajar. Faltaram a prova e então resolveram dar um "jeitinho".

Voltaram à USJT na terça, sendo que a prova havia ocorrido na segunda.Então dirigiram-se ao professor:

- Professor, fomos viajar, o pneu furou, não conseguimos consertá-lo, tivemos mil problemas, e por conta disso tudo nos atrasamos, mas, gostaríamos de fazer a prova.

O professor, sempre compreensivo:
- Claro, vocês podem fazer a prova hoje a tarde, após o almoço.

Assim foi feito. Os rapazes correram para casa e se racharam de tanto estudar, na medida do possível. Na hora da prova, o professor colocou cada aluno em uma sala diferente e entregou a prova:

Primeira pergunta, valendo 1 ponto: algo sobre a Lei de Ohm.

Os quatro ficaram contentes pois haviam visto algo sobre o assunto. Pensaram que a prova seria muito fácil e que haviam conseguido se "dar bem".

Segunda pergunta, valendo 9 pontos: "Qual pneu furou?"

Quanto a veracidade da história, não sei. Achei o texto na internet. Mas a sagacidade do professor, real ou criado, é irrefutável.

domingo, 20 de setembro de 2009

O menino que carregava água na peneira.

Algumas vezes a pessoa se sente tão impar, tão diferente de todas  as  outras, que brota um vazio imensurável na  alma...


Por vezes o  paliativo para o vazio é  recorrer às histórias criadas  por seres  que carregam água em  peneiras... nos  livros,nas palavras,  ou talvez até se aventurar a peneirar água...

O menino  que  carregava  água na  peneira

Tenho um livro sobre águas e meninos.
Gostei mais de um menino
que carregava água na peneira.

A mãe disse que carregar água na peneira
era o mesmo que roubar um vento e sair
correndo com ele para mostrar aos irmãos.

A mãe disse que era o mesmo que
catar espinhos na água
O mesmo que criar peixes no bolso.

O menino era ligado em despropósitos.
Quis montar os alicerces de uma casa sobre orvalhos.

A mãe reparou que o menino
gostava mais do vazio
do que do cheio.
Falava que os vazios são maiores
e até infinitos.

Com o tempo aquele menino
que era cismado e esquisito
porque gostava de carregar água na peneira

Com o tempo descobriu que escrever seria
o mesmo que carregar água na peneira.

No escrever o menino viu
que era capaz de ser
noviça, monge ou mendigo
ao mesmo tempo.

O menino aprendeu a usar as palavras.
Viu que podia fazer peraltagens com as palavras.
E começou a fazer peraltagens.

Foi capaz de interromper o vôo de um pássaro
botando ponto final na frase.

Foi capaz de modificar a tarde botando uma chuva nela.

O menino fazia prodígios.
Até fez uma pedra dar flor!
A mãe reparava o menino com ternura.

A mãe falou:
Meu filho você vai ser poeta.
Você vai carregar água na peneira a vida toda.
Você vai encher os
vazios com as suas
peraltagens
e algumas pessoas
vão te amar por seus
despropósitos
Poema de Manoel de Barros
Retirado do livro: Exercícios de ser criança:
O Menino que carregava água na peneira
Editora Salamandra

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

E tenho dito!!!

É necessário alfabetizar a população urgentemente. Enquanto o povo não tiver noção de quanto paga, não saberá o que pode cobrar.



Muitos acham que por não declararem imposto de renda anual, por não terem renda suficiente para isso; não pagam.

É enorme o número de pessoas que desconhecem haver imposto embutido na água, luz, telefone, pão, leite, feijão, etc. Os que sabem, desconhecem o valor desses impostos.

Seria um bom começo se começassemos a pesquisar a porcentagem de imposto em cada produto que consumimos, do cafezinho ao carro importado.

Que paguemos os impostos sim, desde que possamos ter a qualidade de vida que nosso dinheiro, pago em impostos, pode comprar. Segurança, saúde, educação, estradas e cidades bem conservados...


O Analfabeto Político
O pior analfabeto é o analfabeto político. Ele não ouve, não fala, nem participa dos acontecimentos políticos. Ele não sabe o custo de vida, o preço do feijão, do peixe, da farinha, do aluguel, do sapato e do remédio dependem das decisões políticas.
O analfabeto político é tão burro que se orgulha e estufa o peito dizendo que odeia a política. Não sabe o imbecil que, da sua ignorância política, nasce a prostituta, o menor abandonado, e o pior de todos os bandidos, que é o político vigarista, pilantra, corrupto e lacaio das empresas nacionais e multinacionais.
Bertolt Brecht

sábado, 12 de setembro de 2009

Simplesmente.

Sonhar é preciso e navegar por entre ilusões é essencial para fazer brilhar a vida em todo seu explendor!
Não canto, mas me encanto com músicas. Poderia facilmente fazer minha biografia relembrando músicas que marcaram cada um dos momentos importantes da minha vida. Porém, há algum tempo, abandonei meu vício de ouvir músicas... Até hoje, quando alguém deixou o rádio ligado e derrepente começou a soar essa letra simples e melodia leve. Despertou novamente a musicalidade que estava meio adormecida em mim...

"Quando eu estiver triste
Simplesmente me abrace.
Quando eu estiver louco
Subitamente se afaste.
Quando eu estiver fogo
Simplesmente se encaixe.
E quando eu estiver bobo
Sutilmente disfarce.
Mas quando eu estiver morto
Suplico que não me mate de dentro de ti..."

Nando Reis




Todo Mundo, Alguém, Qualquer Um e Ninguém.

Eis uma pequena história sobre quatro pessoas: Todo Mundo, Alguém, Qualquer Um e Ninguém.

Havia um grande trabalho a ser realizado e
Todo Mundo tinha certeza de que Alguém o faria.
Qualquer Um poderia tê-lo feito, mas Ninguém o fez.
Alguém se zangou porque era um trabalho de Todo Mundo.
Todo Mundo pensou que Qualquer Um poderia fazê-lo,
mas Ninguém imaginou que Todo Mundo deixasse de fazê-lo.
Ao final, Todo Mundo culpou Alguém quando Ninguém fez
o que Qualquer Um poderia ter feito.

Autor desconhecido

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Descrever-se ou transformar-se... Qual é o seu papel?

Quanto do que somos é real e quanto é simplesmente a "incorporação" do papel que criamos para nós ao nos definirmos, e pior, ao aceitar a personagem que os outros nos atribuem?

Já parou para analisar quantas atitudes você tem porque já definiu seu papel no mundo? Já se caracterizou como a personalidade forte, e, portanto não pode fraquejar; ou como a vítima, com a qual o grito de "Basta" não m combina?

Experimente fazer o exercício de se "repensar", de "desvestir" o "personagem" que criou ou que deixou de que criassem para você. Analise suas atitudes como novidades, encare cada situação como se nunca a tivesse vivido e não se importando com as opiniões alheias.

Talvez você se descubra alguém totalmente diferente do que tem sido até então... :)

Fernando Pessoa já andou falando nisso em Tabacaria (Álvaro de Campos)
"O dominó que vesti era errado.
Conheceram-me logo por quem não era e não desmenti, e perdi-me."

Clarice Lispector também passou por esse assuto...
"É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo."

O mais hirônico é que sempre se estará criando, pensando, um novo papel para representar... Por onde andará o verdadeiro Eu ? Será que é pessível encontrá-lo, vivê-lo?

Será mesmo a vida uma comédia escrita por um louco e sem sentido algum?

Responda você, se for capaz... :)

Pode comentar... Eu deixo.

quarta-feira, 15 de julho de 2009

Dia internacional do homem???

Confesso que não sabia da existência dessa data comemorativa, mas se dizem que é hoje... Parabéns aos homens de plantão! :)

Quem é obrigado a erguer os pés quando ela está fazendo a faxina? O prestativo homem!

Quem se veste como pingüim no dia do casamento? O humilde homem!

Quem é que, apesar do cansaço e do stress, jamais poderá fingir um orgasmo? O sincero homem.

Quem é obrigado a sustentar a amante esbanjadora? O abnegado homem!

Quem leva bronca, só porque ficou trabalhando até tarde em companhia daquela secretária boazuda? O fiel homem!

Quem, na hora do sexo, fica olhando pro colchão ao invés de desfrutar a maravilhosa decoração do teto? O sacrificado homem!

E na hora do orgasmo, quem tem que agüentar os gritos e os gemidos nos ouvidos? O paciente homem!

Quem se expõe ao stress por chegar em casa e não encontrar a comida quentinha, as crianças de banho tomado, a roupa lavada, a cozinha limpa e o jornal já posto sobre a mesa? O dócil homem!

Quem corre o risco de ser assaltado e morto na saída da boate, cada vez que participa dessas reuniões noturnas com os amigos, enquanto a mulher está bem segura em casa, na sua caminha? O desprotegido homem!

Quem é encarregado de matar as baratas e os ratos da casa? O valente homem!
Quem segura a "cauda do rojão" quando chega em casa com marca de batom na camisa e é obrigado a dar explicações que nunca são aceitas? O incompreendido homem!

Quem é que toma banho e se veste em menos de vinte minutos? O ágil homem!
Quem é que gasta consideráveis somas em dinheiro, comprando presentes no dia das mães, da esposa, da secretária e e em outras ocasiões mais, inventadas pelo homem para satrisfazer a mulher? O dadivoso homem!

Quem é obrigado a ver a mulher com os rolinhos nos cabelos e a cara cheia de cremes? O compreensivo homem!

Quem tem que passar por TPM calado, todo mês? O calmo homem!

Quem está lendo isso às escondidas, para poder dar boas risadas, já que se for surpreendido, corre o risco de levar beliscão e ser até mesmo espancado? O indefeso homem!


Pode comentar... Eu deixo.

sábado, 27 de junho de 2009

Por trás de toda grande pessoa...

Há pessoas "passáros", que te dão a mão e ajudam a voar, mas há também as pessoas "âncoras",cuja força inversa te faz despender um esforço enorme para ir em frente tendo de arrastá-las... Melhor se soltar das âncoras.

Encontrei esse texto, eu trocaria o gênero feminino pelo gênero humano, pois essas características - tanto as positivas quanto negativas - são comuns aos dois gêneros.

Ao ler esse texto me veio àlembrança aquela velha máxima "Antes só do que mal acompanhado"

"Há mulheres de todos os gêneros. Histéricas, batalhadoras, frescas, profissionais, chatas, inteligentes, gostosas, parasitas, sensacionais. Mulheres de origens diversas, de idades várias, mulheres de posses ou de grana curta. Mulheres de tudo quanto é jeito. Mas se eu fosse homem prestaria atenção apenas num quesito: se a mulher é do tipo que puxa para cima ou se é do tipo que empurra para baixo.

Dizem que por trás de todo grande homem existe uma grande mulher. Meia-verdade. Ele pode ser grande estando sozinho também. Mas com uma mulher xarope ele não vai chegar a lugar algum.

Mulher que puxa para cima é mulher que aposta nas decisões do cara, que não fica telefonando paro escritório toda hora, que tem a profissão dela, que o apoia quando ele diz que vai pedir demissão por questões éticas e que confia que vai dar tudo certo.
Mulher que empurra para baixo é a que põe minhoca na cabeça dele sobre os seus colegas, a que tem acessos de carência bem na hora que ele tem que entrar numa reunião, a que não avaliza nenhuma mudança que ele propõe, a que quer manter tudo como está.

Mulher que puxa para cima é a que dá uns toques na hora de ele se vestir, a que não perturba com questões menores, a que incentiva o marido a procurar os amigos, a que separa matérias de revista que possam interessá-lo, a que indica livros, a que faz amor com vontade.

Mulher que empurra para baixo é a que reclama do salário dele, a que não acredita que ele tenha taco para assumir uma promoção, a que acha que viajar é despesa e não investimento, a que tem ciúmes da secretária.

Mulher que puxa para cima é a que dá conselhos e não palpite, a que acompanha nas festas e nas roubadas, a que tem bom humor.

Mulher que empurra para baixo é a que debocha dos defeitos dele em rodinhas de amigos e que não acredita que ele vá mais longe do que já foi.

Se por trás de todo grande homem existe uma grande mulher, então vale o inverso também: por trás de um pequeno homem talvez exista uma mulherzinha de nada"
Autora: Martha Medeiros

quinta-feira, 18 de junho de 2009

Por que as mulheres usam a nudez para atingir a fama?

Por que muitas mulheres usam a nudez para consiguir a fama?

Hoje me deparei com essa pergunta. A mim parece meio óbvio, mas minha teoria sobre a nudez feminina pode estar completamente equivocada. Dê sua opinião.

Porque os homens são animais que não usam muito o intelecto. Deixam-se levar pelo lado instintivo, animal, por isso o apelo carnal surte um grande efeito atrativo sobre eles.

Como a mulher é um ser dotado de mais inteligência, aprendeu rápido que poderia conseguir fama e outras cositas mais, se usasse a imagem do seu corpo seminú para atrair a simpatia dos homens.

E isso vem lá da antiguidade; vide Cleópatra, Helena de Tróia e outras mais...

Reparem como os homens "fogem" de mulheres demostram alguma capacidade intelectual.
No entanto não há forma mais eficiente de chamar a atenção de um homem do que se desnudar para ele.

Então as mulheres simplesmente mostram o corpo e se fazem de bobas e burras, mas isso é só mais uma demonstração da inteligência feminina. Pois Maquiavel já preconizava que para se conseguir aliados é preciso oferecer a estes o que eles precisam ou desejam.

Se os homens desejam ver carne e falta de inteligência, a mulher oferece, mesmo que essa falta de inteligência seja só uma ficção.

Os homens são tão bobos quando se trata de "ver uma mulher pelada" , que perdem impérios por isso...rs

Particularmente não aprecio esse tipo de homem, pois eles são volúveis na mesma medida em que são bobos. Dificilmente conseguem desenvolver um bom papo.

Antes que comecem a me chamar de machista ou feminista, sei lá... Essa é só minha teoria sobre o assunto, pode fazer sentido ou não...Mas vivemos em um mundo capitalista, lei da oferta e da procura... As mulheres só es expõem porque há homens que recompensam esse tipo de atitude. Cabe a você raciocinar e decidir.

Mas que uma grande parte dos homens é muito boba, isso é, caso contrário as revistas masculinas não pagariam cachês tão alto às mulheres ...rs

quarta-feira, 27 de maio de 2009

Frases de efeito.

Você já ouviu falar em verborragia, e em pedantismo? Pois vamos à tradução da fala de pessoas que praticam essas "artes" ... E não ria, porque é sério.

Por essas e outras é bom ser frequentador assíduo do dicionário. Vai que um desses "pedantes" resolve te xingar? Pior ainda, se você, ao ouvir o "palavrório" complicado, pensa que é algo bom e ainda agradece?!

- Prosopopéia flácida para acalentar bovinos (Conversa mole para boi dormir)
- Romper a face (Quebrar a cara)
- Creditar o primata (Pagar mico)
- Inflar o volume da bolsa escrotal (encher o saco)
- Derrubar, com a extremidade do membro inferior, uma das unidades de acampamento (Chutar o pau da barraca)
- Deglutir batráquios (Engolir sapos)
- Colocar o prolongamento caudal entre os membros inferiores (meter o rabo entre as pernas)
- Aplicar a contravenção do Sr. João, deficiente de um dos membros superiores (Dar uma de joão-sem-braço)
- Sequer considerar a utilização de um pedaço longo de madeira (Nem a pau)
- Derramar água pelo chão através de tombamento violento e precipitado de recipiente (Chutar o balde)
- Podes retirar o equino de pequeno porte da precipitação pluviométrica (Tirar o cavalinho da chuva)
- O orifício corrugado localizado na região ínfero-lombar da anatomia humana do indivíduo em alto grau etílico deixa de estar em consonância com os ditames da propriedade privada (fio-fó de bebado num tem dono)
- Seu encéfalo altamente desenvolvido (seu cérebro)
- Maldita gravidade! (quando a caneta cai no chão, atrapalhando o raciocínio lógico sobre Álgebra)

Fruta de feira e maça de gala.

Algumas coisas dispensam explicação, essa frase me parece ser uma delas... Mas, caso queira, pode analisar ;)

"A real é que vale a pena esperar pelo homem que te coma como fruta de feira e te trate como maçã de pomar"

Afinal aqui é o espaço dos Devaneios e Loucuras...

domingo, 3 de maio de 2009

Linguística: Falar difícil...

Exemplo da importância das variantes/variações linguistícas.

Gustavo Senra adora bons textos. Atento, examina-os. Descobre-lhes as qualidades e defeitos. Sabe que escrever é mandar recado. Se o receptor não entende a mensagem, a culpa é de quem escreveu.

Outro dia, encaminhou um exemplo. ‘‘É uma pérola de desperdício’’, diz ele. Ei-la:

Rui Barbosa, ao entrar em casa, ouviu um barulho estranho vindo do quintal.
Foi até lá. Constatou haver um ladrão tentando levar seus patos de criação.
Aproximou-se vagarosamente do indivíduo, surpreendendo- o ao tentar pular o muro com as amadas penosas. Batendo nas costas do invasor, disse-lhe:
— Bucéfalo, não é pelo valor intrínseco dos bípedes palmípedes e sim pelo ato vil e
sorrateiro de galgares as profanas de minha residência. Se fazes isso por necessidade, transijo; mas se é para zombares de minha alta prosopopéia de cidadão digno e honrado, darte-ei com minha bengala fosfórica no alto de tua sinagoga que te reduzirá à qüinquagésima potência que o vulgo denomina nada.
O ladrão, confuso, perguntou:
— Ó moço, eu levo ou deixo os patos?


Recebi por e-mail - não sei quem é o autor.

terça-feira, 21 de abril de 2009

Literatura: tempo cronológico X tempo psicológico.

Os textos podem apresentar "tempo psicológico" e/ou "tempo cronológico".



Tempo cronológico é o contado no relógio, horas, dias , anos, numa ordem linear de tempo. Uma sequência em sentido horário.
Exemplo: Hoje, acordei, tomei café e me vesti para ir trabalhar. Como peguei um engarrafamento enorme, terminei chegando atrasada.

Tempo psicológico, é "mental" , não segue uma ordem linear, sequêncial.
Exemplo: Estive relembrando os tempos em que corria descalça na terra batida do quintal da casa grande no sítio da minha vó. Senti por alguns instantes o cheiro de terra molhada quando chovia... A memória nos faz reviver tempos que jamais voltarão.

Resumo:
Tempo cronológico = seguindo o relógio, o calendário... sempre para a frente. Presente e futuro (mesmo que comece a narrativa em 1980, por exemplo, daí só poderá ir para frente, como  no  relógio).

Tempo psicológico = seguindo o pensamento, podendo voltar no tempo, nas lembraças... Pode ficar viajando entre o passado, presente e futuro.(pode começar em 1980, vir para 2009, voltar para 1730), e pode ficar dando "piruetas" no tempo, sem preocupação com o relógio ou com o calendário.

Dinheiro não traz felicidade... Manda buscar.

Quem não tem dinheiro, geralmente usa a primeira frase. Talvez como forma de justificar a falta de competência ou criatividade para prosperar.

Mas, você , que usa "Dinheiro não traz felicidade" para justificar sua falta de ânimo em ir a luta e tentar, de forma honesta, progredir e obter sucesso em seus empreendimentos, acompanhado de dinheiro, me diga se não ficaria bem mais feliz se:

- Puder comprar boas roupas. ( E não diga que o importante é a beleza interior. Isso é outra "falácia").
- Puder sair de férias com a família ou amigos numa viagem maravilhosa.
- Não tiver de se preocupar com a conta "no vermelho" e nem com as contas ao final do mês.
- Puder ter acesso a boas escolas e cursos, e/ou pagar boas escolas e cursos para seus filhos.
- Puder escolher seu amor, independente da geografia, sem pensar no preço das passagens aéreas.
- Puder comer bem, frequentar bons restaurantes.
- Puder usar bons produtos de beleza e bons perfumes.
- Puder presentear as pessoas que você ama.
- Puder fazer "surpresas" a pessoa amada, como levá-la a um passeio de balão.
- Puder comprar aquele carro que você anda "namorando" faz tempo.
- Puder morar onde bem entender e com conforto.
- Puder contar com os serviços das melhore equipes de médicos e os melhores hospitais quando precisar.

Na sociedade capitalista, não dá para viver e ser feliz sem dinheiro.

Comida, roupas, moradia = dinheiro.
Saúde= dinheiro, (afinal acreditar no SUS ou em hospitais públicos é como acreditar em fadas)
Relações interpessoais = dinheiro (com raras exceções, o nível intelectual que uma pessoa atinge está diretamente ligado ao acesso ao bens culturais que ela pode ter; escolas, livros, internet, revistas, teatro, etc. E dificilmente uma relação entre pessoas de níveis intelectuais muito dispares dará certo). Por isso até nas paixões o dinheiro é fator definidor das opções que você tem.

Por essas e outras, o mais coerente é que o dinheiro pode não trazer a felicidade, mas não há dúvida de que ele manda buscar com eficiência.

quarta-feira, 8 de abril de 2009

Turma de 6ª serie - Fragmentos dos primeiros 5 minutos de aula.

Surreal, inacreditável? Creiam ou não esse relato é verdadeiro. Fiz uma sintaxe do que já me foi contado por vários professores e a cena abaixo é real.

Fala do professor.
Fala de alunos diversos, e na maioria das vezes se expressando ao mesmo tempo.

- Bom dia, turma! (Professor entrando na sala)
- Professor, posso ir no banheiro?
-Agora não, acabei de chegar, depois você vai ao banheiro.
- Depois eu posso mesmo, tô apertado?
- Tudo bem, depois pode.
- Também quero ir, professor!
- Eu também, eu também.
- Professor, ele pegou minha caneta.
- Passa lição não, professor, minha mão tá doendo de tanto escrever.
- Faltou algum professor hoje?
- Não sei, pessoal. Vou fazer a chamada. Façam silêncio!
- Meu número é quarenta, professor, deixa eu ir no banheiro?
- Professor, não apaga o quadro.
- Olha esses papeizinhos, jogaram aqui, professor.
- Pessoal, parem com os papeis!
- Número um.
- Professor, a Sheila tá menstruada.
- Não tô não, seu *****:
- Ô professor, começa essa aula aí.
- Dois.
- Quem foi o filho da **** que jogou o papel?
- Três.
- Ô professor, o um tá presente.
- Mas você não respondeu. Silêncio sala! (bate o apagador na mesa).
- Ô professor, até você chegar no quarenta já mijei nas calças.
(sua mãe... SOLTA ESSA *****, SOLTA ESSA ***** - celular tocando algo que dizem ser música).
- Desliguem o celular.
- Chama a diretora, professor.
- Professor, amanhã tem aula?
- Por que não haveria?
- Tem jogo amanhã.
- Quatro.
- Presente.
- Cinco.
- Presente.
- ** quente é o ** da tua mãe - eeeeehhhhhh (respondendo ao insulto do colega)
- Professor pegaram meu lápis:
- Sete:
- E o seis professor? (o professor costuma pular o seis, pois ele nunca está presente).
- Seis.
- Faltou.
- Naõ peguei nada não Aí no chão, foi você que jogou.
(TUM, TUM, TIM , TUM, TUM TUTIM - música no celular)
- Já falei do celular.
- Oito
- Aqui:
- Nove.
- Sumiu.
- Dez.
- Foi pra Bahia.
- Fui nada, tô aqui professor.
- Onze, onze?
- Doze.
- Presente:
- O onze tá aqui professor:
- Filho da **** , para com isso (ela chuta uma cadeira)...

E assim continua a chamada. Não sei se chegam à aula, nem mesmo sei como chegam ao fim da chamada. O que sei é que essa não é uma cena rara nas escolas. E afirmo que não só nas Escolas Públicas, como nas Privadas também. Pois na Rede Educacional Privada o aluno paga e se acha no direito de "patrão" dentro da sala de aula, muitas vezes apoiado pela diretoria.

A primeira vista o "textículo" aí de cima pode parecer cômico, mas os reflexos dele na Educação não são nada engraçados.

Related Posts with Thumbnails
"Quiseste expor teu coração a nu. E assim, ouvi-lhe todo o amor alheio. Ah, pobre amigo, nunca saibas tu Como é ridículo o amor... alheio!" Mário Quintana

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO